Bruxelas autoriza cultivo de batata transgênica na UE

Agência AFP

BRUXELAS - A Comissão Europeia autorizou nesta terça-feira o cultivo de uma batata geneticamente modificada, do grupo alemão BASF, em sua primeira medida deste tipo nos últimos 12 anos na União Europeia (UE), onde os transgênicos geram fortes polêmicas.

Bruxelas também aceitou a comercialização na Europa de três variedades de milho transgênico da empresa Monsanto, derivados de MON 863, informa um comunicado do Executivo europeu.

Esta decisão foi menos surpreendente, já que a Comissão autoriza com frequência a importação de produtos OGM (organismos geneticamente modificados) para comercialização.

A verdadeira novidade se refere à autorização da batata Amflora, um tubérculo concebido pela BASF, destinada à utilização industrial para a fabricação de amido e para a alimentação de animais.

A última autorização de cultivo de um OGM na UE foi a do milho da Monsanto, o MON 810, em 1998.