Kindle passa a ser disponibilizado em italiano

Agência ANSA

ROMA - A partir de agora, o Kindle, arelho criado pela companhia norte-americana Amazon e que disponibiliza para leitura digital textos de livros e outras mídias, rá vendido também em italiano, além de espanhol e português.

Depois do francês e do alemão, recentemente introduzidos, a empresa de Seattle manteve a promessa feita há algumas semanas de ampliar a abrangência do leitor de e-books para conteúdos de outras línguas além do inglês.

- Há um mês abrimos a plataforma do Kindle a autores e editores de todo o mundo, e não mais somente baseados nos Estados Unidos - explica Russ Grandinetti, vice-presidente de conteúdo do Kindle.

- Agora estamos contentes de poder oferecer conteúdos em um número de línguas sempre maior e atingir assim uma plateia de leitores sempre mais vasta - continuou o executivo.

No final do mês passado, a Amazon anunciou um aumento na possibilidade de lucro de editores e autores, com a obtenção de um percentual maior sobre cada livro vendido no Kindle.

A novidade, que entrará em vigor a partir do dia 30 de junho, prevê que os responsáveis pelas obras recebam 70% do preço de lista sobre cada exemplar vendido, sem qualquer despesa de frete.

Criado há três anos, o Kindle era restrito inicialmente aos Estados Unidos. No segundo semestre do ano passado, a venda do aparelho passou a ser feita no Brasil e em outros países. Além de livros à escolha do usuário, a plataforma usa tecnologia 3G e oferece acesso a jornais, revistas e blogs.