Brasil tem projetos e modelos de carros movidos a eletricidade

Luiz Urjais, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - O Brasil, pioneiro na área de combustíveis alternativos, com o sucesso do álcool, também está atento à tecnologia e ao desenvolvimento de veículos movidos a eletricidade. A concessionária de energia elétrica Light tem dois destes carros servindo à sua diretoria, em caráter experimental.

Um deles é um modelo híbrido, um Toyota Prius, que faz uso de seu motor elétrico, utilizando a energia da sua bateria e do motor a combustão. Segundo a empresa, o processo de desaceleração do Prius (freio convencional e freio motor), por exemplo, é regenerativo, utilizando a energia gerada pelo movimento das rodas para transformá-la em eletricidade para as baterias . Segundo a empresa, o carro híbrido reduz em 89% as emissões de CO2, na comparação com um veículo movido à gasolina. Na cidade, o carro gasta apenas 4,3 litros a cada 100 quilômetros rodados, despontando como um dos automóveis mais econômicos do mercado

A empresa tem ainda um Palio Weekend Elétrico, adquirido em convênio com o grupo Eletrobrás e a empresa suíça Kraftwerke Oberhasli. Este veículo é abastecido na tomada e, com sua bateria totalmente carregada, circula 120 quilômetros, sendo necessárias de seis a oito horas para recarregá-la.

Desenvolvido pela Fiat, em parceria com a Itaipu Binacional, o carro está inserido num projeto de pesquisa da empresa que visa estudar os impactos desta nova tecnologia e seu potencial de mercado no país.

De olho nessas ações, a Petrobrás está projetando postos de abastecimento de veículos elétricos, algo 100% nacional e a partir da energia solar. O modelo, inicialmente batizado de Eletroposto vai atender a uma demanda que deve crescer até 50% ao ano, segundo pesquisas.