Fruta de época tem menos agrotóxicos

Evelyn Soares, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Apesar de o Brasil ser uma terra de eterna primavera, onde tudo o que se planta dá, e durante o ano inteiro, todo mundo sabe que fruta boa é a de época. E um guia feito pela associação de consumidores Pro Teste dá uma força para quem quer se alimentar de forma saudável e aproveitar melhor o que cada época do ano oferece para o paladar e para o corpo.

Escolher a fruta da estação não representa somente uma economia no bolso. É uma questão de saúde. Quando a fruta está na época certa de maturação, não exige tanta aplicação de agrotóxicos explica Fernanda Ribeiro, bióloga e pesquisadora da Pro Teste, que criou o calendário de frutas e hortaliças, classificando-as pelos meses ideais para consumo.

Segundo a Pro Teste, portanto, agora o ideal é consumir frutas como a melancia e o melão, ambos ricos em água, com baixo aporte calórico e abundantes em vitaminas do complexo B e vitamina C. A melancia é rica em betacaroteno (um antioxidante que previne o envelhecimento). Já o melão tem minerais como cálcio, fósforo, potássio, ferro, cobre e enxofre, e é fonte de fibras.

Outra fruta que também está na época certa é o abacaxi, rico em cálcio e magnésio. Ele contém ferro, fósforo, potássio, vitaminas B e C, pró-vitamina A e a bromelina, que ajuda na digestão das proteínas. A uva, outra fruta de época, fornece boas doses de minerais (cálcio, fósforo, magnésio, cobre e iodo) e tem boa quantidade de vitaminas B e C. O figo tem potássio, cálcio, fósforo e vitamina B3, importante para manter o equilíbrio da pele e do sistema nervoso.

Além de frutas, o guia do Pro Teste, disponível no site www.proteste.org.br, dá dicas sobre outros alimentos, como o o jiló, que é uma boa fonte de minerais como cálcio, ferro e fósforo e tem vitaminas A, B e C em quantidade.

Esta é época certa para também consumir berinjela, rica em água e com uma densidade mineral boa, em especial o potássio. A berinjela também tem pectina e celulose, duas fibras que auxiliam no funcionamento do trato intestinal. O salsão deve ter lugar especial nos pratos: além de também equilibrar o intestino, tem vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio.

Mesmo sendo da estação, estes produtos contêm agrotóxicos, embora em menos quantidade. Para retirá-los por completo, Fernanda Ribeiro ensina que eles devem ser lavados cuidadosamente. Folhas devem limpas uma a uma em água corrente, e ficar 30 minutos de molho.

Marlene Strauss, de 72 anos, que frequenta a feira na Rua Ronald de Carvalho, em Copacabana, não abre mão de consumir produtos da época e comprá-los na barraca de Jorge Luiz Cardoso.

Minha barraca está aqui há 40 anos, a maior parte do que está à venda é da estação. Mas o melhor é a simpatia e as receitas que dou. Além de se alimentar bem, todo mundo gosta de ser bem tratado, né? diz, com muito bom humor, o feirante.