ONU parabeniza Obama por decisão sobre Aids

Rádio das Nações Unidas

NOVA YORK, EUA - O Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon parabenizou o presidente dos Estados Unidos Barack Obama por anunciar que restrições quanto a entrada de pessoas com HIV/Aids no país serão retiradas.

Ban Ki-moon fez também um apelo neste domingo a todas as outras nações que ainda aderem a tais regras para adotarem novas medidas o mais rápido possível.

Países

Quase 60 países no mundo estabelecem alguma forma de restrição de viagem a pessoas portadoras do vírus HIV.

O anúncio de Barack Obama derruba uma política que existe desde 1987, e foi realizado no último fim de semana durante assinatura da lei federal 'HIV/Aids Treatment Extension Act' de 2009, que prevê tratamentos e serviços de apoio aos doentes.

A legislação foi batizada em memória a Ryan White, um adolescente americano que ficou conhecido nos anos 80 por combater a discriminação e o ostracismo após contrair o vírus HIV durante transfusão com sangue contaminado. Ele morreu há quase 20 anos.

Unaids

O diretor-executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, Unaids, Michel Sidibé, também elogiou o presidente dos Estados Unidos em nota emitida neste sábado.

Sidibé ressaltou que restrições impostas aos portadores de HIV 'não tem justificativa de saúde pública e são uma violação dos direitos humanos'.