Nokia diz que vendas do N900 serão adiadas para novembro

REUTERS

TÓQUIO - A Nokia, maior fabricante de celulares do mundo, informou nesta sexta-feira que o aparelho N900 começará a ser vendido em novembro, um mês depois do cronograma original, conforme a companhia aguarda um retorno dos desenvolvedores sobre o produto.

O modelo N900, visto como fundamental para o futuro na Nokia no segmento de aparelhos sofisticados, é o primeiro celular da companhia que utiliza o sistema operacional Linux.

O aparelho conta com tela sensível a toque, e o preço no varejo ficará em torno de 500 euros (US$ 750), sem considerar subsídios das operadoras e impostos.