ONS prevê carga de energia até 5% maior no Brasil em 2010

REUTERS

RIO - A demanda por energia deve se recuperar em 2010 e movimentar uma carga até 5 por cento maior que em 2009, segundo o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp.

- A previsão é que me 2010 volte a crescer nas taxas de 4,5 a 5 por cento ao ano - disse ele a jornalistas em evento de energia no Rio nesta sexta-feira.

- Devemos ir para perto dos 55 mil megawatts a serem movimentados - acrescentou o executivo, ao lembrar que a carga no sistema elétrico tem aderência ao desempenho da economia.

Atualmente, a carga média anual de energia é de cerca de 53 mil megawatts. O ONS prevê que em 2013 o volume suba para 65 mil megawatts.

Antes do agravamento da crise global, o ONS esperava que a carga movimentada em 2009 seria cerca de 3 mil megawatts maior que o patamar atual.

Somente em setembro é que os números da carga de energia movimentada voltaram a apresentar crescimento significativo no país, com incremento de 3,5 por cento ante a agosto e perto de 1 por cento frente ao mesmo mês de 2008.

- Isso caracteriza uma recuperação e uma reação à crise - frisou o diretor-geral do ONS. Em 12 meses, o dado ainda é negativo.