Calderón e Al Gore pedem ações multilaterais contra aquecimento global

Agência ANSA

CIDADE DO MÉXICO - O presidente mexicano, Felipe Calderón, e o ex-vice-presidente dos Estados Unidos e Prêmio Nobel da Paz em 2007, Al Gore, alertaram para a necessidade de se acabar com o impasse existente nas negociações multilaterais sobre a mudança climática.

Reunidos na residência oficial de Los Pinos (sede da presidência mexicana), Calderón e Al Gore discutiram os projetos de vários países devido à Conferência Internacional sobre Mudança Climática, prevista para dezembro em Copenhague, Dinamarca.

- Ambos reconheceram a importância de chegar a acordos nesta cúpula e romper o impasse em que estão as negociações multilaterais para fazer frente com maior efetividade à mudança climática - informou a Presidência do México sobre o encontro.

O mandatário mexicano expôs os avanços unilaterais de alguns países sobre a mitigação da contaminação, mas ainda "é urgente dar passos multilaterais e concretos que permitam superar os obstáculos e as diferenças entre as nações, tanto as desenvolvidas quanto as em vias de desenvolvimento".

Gore viajou ao México para o Primeiro Encontro Latino-Americano The Climate Proyect, que tem o objetivo de capacitar e formar mais de 250 voluntários de todo o mundo sobre a evidência e informação científica da problemática climática da atualidade.