Cesp pagará R$ 119 milhões por danos ambientais em usina

Portal Terra

SÃO PAULO - A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) deverá pagar R$ 119 milhões por não cumprir todas as compensações ambientais previstas após a construção da usina hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta, no rio Paraná. O valor foi acertado em acordo com o Ministério Público (MP). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o jornal, a ação foi movida pelo MP para executar uma multa prevista em acordo assinado com a Justiça, em 1998. A Folha afirma que o valor da punição alcançaria cerca de R$ 480 milhões.

Ainda de acordo com a reportagem, entre os danos causados, a represa cobriu a lagoa São Paulo, berço natural de pássaros. No acordo com a Justiça, a companhia havia se comprometido a criar unidades de conservação ambiental, entre elas o Parque Estadual do Rio do Peixe, que não foi implantado no prazo estabelecido.