Itália prevê mais de 3 milhões de casos de gripe suína até março

JB Online

ROMA - O governo italiano calcula que sejam registrados entre 3 milhões e 4 milhões de casos de influenza A (H1N1) gripe suína no país até março de 2010. A projeção foi anunciada hoje pelo ministro da Saúde da Itália, Ferrucio Fazio. Até o momento, 224 pessoas foram infectadas no país, sem nenhum registro de morte. As informações são da agência portuguesa Lusa.

O ministro anunciou ainda que, até o final deste ano, 8,6 milhões de italianos devem ser vacinados contra a doença. Funcionários de equipes de saúde, pessoas com mais de 65 anos, doentes crônicos ou que apresentem fragilidade terão prioridade na campanha, além de bombeiros e policiais. Em uma segunda fase programada para fevereiro de 2010 pessoas entre 2 e 20 anos de idade vão receber a vacina.

O anúncio foi feito depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou que o vírus que provoca a gripe suína não pode mais ser contido e que todos os países vão precisar de vacinas.