Seae recomenda aprovação da compra da BrT pela Oi sem restrições

REUTERS

SÃO PAULO - A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), do Ministério da Fazenda, recomendou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a aprovação sem restrições da compra da Brasil Telecom pela Oi.

Segundo comunicado à imprensa nesta terça-feira, a Seae avaliou dois mercados considerados relevantes: o provimento de acesso à Internet discada e em banda larga.

- O parecer da Seae restringiu-se aos serviços prestados pelos provedores de acesso à Internet das partes, excluindo a infraestrutura que dá suporte a esse acesso, classificada como serviço de telecomunicação e, portanto, sob a alçada legal da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) - informou a Seae.