Casos de gripe suína resistentes a medicamentos são isolados, diz OMS

Agência Brasil

BRASÍLIA - O diretor-geral assistente da Organização Mundial da Saúde (OMS), Keiji Fukuda, afirmou nesta terça-feira que os casos de pacientes com influenza A (H1N1) gripe suína que apresentaram resistência a medicamentos foram casos isolados. Os casos foram registrados em três pacientes, um na Dinamarca, um no Japão e um em Hong Kong.

Não há registro de um novo vírus, nem evidências de disseminação de um vírus mais resistente, segundo Fukuda. Ele reiterou que não há recomendações de mudança no tratamento das pessoas que contraem a gripe.

- Não é inesperado ver vírus resistentes a essa droga. Isso normalmente acontece quando se trata qualquer infecção de qualquer vírus, o importante é monitorar continuamente a situação para termos certeza de que não estamos vendo o começo de nenhuma grande disseminação - ressaltou Fukuda.

De acordo com ele, foram registrados mais de 98 mil casos de gripe suína. O número de mortos chega 440, em 137 países.