Ministro: escolas não devem interromper atividades por gripe

Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, orientou nesta sexta-feira que escolas e empresas não devem interromper suas atividades em função da gripe suína sem que haja uma orientação prévia das autoridades de Vigilância em Saúde.

O Brasil registra hoje 522 casos confirmados da doença. São Paulo é o Estado com maior número de pessoas contaminadas pelo vírus Influenza A H1N1 (260), seguido por Minas Gerais (65) e Rio de Janeiro (52).

Segundo o ministro, "atitudes precipitadas" criam uma falsa sensação de pânico na população.

- É importante que não se crie essa sensação de insegurança que não tem eficácia nenhuma na contenção da doença - afirmou.

Temporão avalia que o aumento do número de casos nas últimas semanas se deve principalmente a dois fatores: o início do período de férias, que aumenta a circulação de pessoas entre países em que há casos da doença e o início do inverno no Hemisfério Sul, que favorece a disseminação do vírus.