Motorola anuncia municípios finalistas do ranking de cidades digitais

JB Online

SÃO PAULO - A primeira etapa do Ranking Motorola de Cidades Digitais foi concluída, com a seleção das 25 cidades latino-americanas finalistas. A pesquisa, realizada pela Convergencia Research entre fevereiro e abril deste ano, analisou 150 cidades em 15 países da América Latina,

Foram selecionadas as 25 cidades que obtiveram as pontuações mais altas (em ordem alfabética):

· Argentina: Buenos Aires, Marcos Paz e San Luis.

· Brasil: São Paulo e Salvador.

· Chile: Santiago, San Joaquín, Puerto Montt, Viña del Mar, La Serena e Las Condes.

· Colômbia: Bogotá e Medellín.

· México: Guadalajara, San Pedro Garza García, Mérida, Chihuahua, Tuxtla, Boca del Río e San Nicolás de los Garza.

· Peru: Callao e Los Olivos.

· Venezuela: Chacao-Caracas e Valência.

· Uruguai: Florida.

- Como é possível observar na seleção, a digitalização não é somente um atributo das grandes cidades nem dos países com maior PIB ou maior penetração de serviços de telecomunicações. A digitalização da administração pública pode ser adaptada a qualquer tipo de cidade e geografia - explicou Manuel Moreno, gerente de Marketing de Banda Larga sem fio da Motorola.

A avaliação levou em consideração parâmetros como: infraestrutura de banda larga na cidade (acessos e tecnologias); usuários de internet; existência de diferentes tipos de planos (digitalização de processos, e-governo, conectividade e financiamento); tecnologias utilizadas para oferecer acesso à internet nas repartições públicas; número de funcionários conectados; repartições interconectadas em uma mesma rede; disponibilidade de serviços para o cidadão por meio de um site municipal; telecentros; redes sem fio gratuitas; e pontos de acesso.

Em Tele-Educação, foram considerados escolas conectadas, alunos por computador, cursos a distância para educadores e alunos, consulta de provas on-line e bibliotecas interconectadas. Quanto a Tele-Saúde, foram analisados centros de saúde interconectados, históricos clínicos unificados, consultas digitais entre profissionais, além de solicitações e acompanhamentos de consultas on-line. Já em Tele-Segurança, foram avaliados se policiais e bombeiros estavam interconectados, se havia sistemas de videomonitoramento nas ruas e a possibilidade de contatar as forças de segurança por uma página própria ou do município.

As 25 cidades que obtiveram a maior pontuação passaram para a segunda e última etapa do Ranking Motorola, na qual será medido o nível de interação digital entre Estado, indivíduos e empresas. Para conhecer mais sobre o Ranking Motorola de Cidades Digitais, visite www.ciudadesdigitales.convergencia.com.