Criadores do Twitter dizem que site está na infância

Portal Terra

SÃO PAULO - O primeiro dia da conferência "All Things Digital" (D7), nesta terça-feira, foi marcado por uma sessão de perguntas com os co-fundadores do Twitter, Evan Williams e Biz Stone. Os criadores do serviço de microblog falaram da pesquisa da Nielsen Online, divulgada em abril, que apontou a desistência de mais da metade dos usuários um mês depois de se cadastrarem no serviço.

- Eles disseram que o Twitter está na infância - contou Fernando Madeira, presidente do Terra. Também foram questionados sobre qual seria a próxima meta do Twitter. Pretendem construir a companhia de uma forma ordenada e entregar um produto melhor, responderam.

Eles consideram que a missão dos co-fundadores é disseminar a informação, criar relações e melhorar a experiência do usuário. Seis em cada dez usuários não atualizam o Twitter depois do primeiro mês, mostrou o estud da Nielsen, mas 14% dos usuários usam o serviço de microblog diariamente.

Outro ponto interessante foi o fato de os co-fundadores do Twitter não terem idéia de como fazer negócios com o site, disse Madeira, que está na D7 participando de um grupo de trabalho de empresas do setor de redes sociais e comunidades.

- Eles não têm um modelo de negócios do Twitter, eles não sabem como fazer negócios com o Twitter. E querem manter assim, para ter a liberdade de levar a empresa e o produto para qualquer lado.

O "All Things Digital", promovido anualmente pelo The Wall Street Journal, está sendo realizado na cidade de Carlsbad, na Califórnia, até o próximo dia 28. Entre outros participantes do evento este ano estão Steve Ballmer, presidente-executivo da Microsoft, Carol Bartz, presidente-executiva do Yahoo, Arianna Huffington, editora do blog Huffington Post, e John Lilly, presidente da Mozilla.