Número de computadores no Brasil chega a 60 milhões

Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - O número de computadores no Brasil alcançou a marca de 60 milhões, entre máquinas residenciais e corporativas. Com isso, proporcionalmente, há um computador para cada três brasileiros. A previsão é que, até 2012, o país tenha 100 milhões de computadores, o que equivaleria a um micro para cada dois habitantes.

O crescimento tem sido consistente. Em 2000, havia apenas 10 milhões de máquinas no Brasil diz Fernando Meirelles, um dos coordenadores da 20ª Pesquisa Anual do Uso de Informática, realizada pelo Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV).

De acordo com o estudo, em 2007, o país contava com cerca de 48 milhões de máquinas e a relação era de aproximadamente uma para cada cinco brasileiros. No ano passado, foram vendidos 12,2 milhões de computadores, um aumento de 16% em relação ao total de vendas apurado em 2007.

Apesar do aumento da base de computadores, o Brasil está bem distante dos EUA, onde há um parque de micros estimado em 290 milhões de máquinas quase uma para cada americano.

Nos computadores instalados em empresas, a pesquisa aponta que 86% são equipados com processadores Pentium 4 ou superiores e 97% rodam alguma versão do sistema operacional Windows. Apenas 3% usam o Linux e outros sistemas menos conhecidos.

De acordo com a FGV, a programa Office, da Microsoft, está presente em 92% das máquinas instaladas em empresas.

Para traçar o perfil do uso de computadores nas empresas, foram entrevistadas 2 mil empresas, sendo que 60% delas estão entre as 500 maiores companhias do Brasil.

O levantamento da FGV constatou ainda que as empresas aportam 6% da receita líquida em tecnologia da informação, montante que dobrou nos últimos 12 anos

Supercomputador

Um supercomputador com capacidade equivalente a 50 mil PCs, foi apresentado ontem na Alemanha. O Jugene, o nome da máquina, será capaz de realizar um trilhão de operações aritméticas por segundo. Ele deve figurar em terceiro lugar no ranking dos computadores mais poderosos do mundo o Roadrunner e o Jaguar, na primeira e segunda posição, estão localizados nos EUA.