Pesquisadores descobrem carnívoro de 75 milhões de anos

JB Online

MONTREAL - Predadores gigantescos como o albertossauro ou o tiranossauro ocupavam o topo da cadeia alimentar há milhões de anos, mas não eram os únicos comedores de carne no continente americano. Existiam muitos dinossauros carnívoros menores, como o de tamanho mais reduzido de que se tem notícia até hoje, que acaba de ser descoberto.

Com cerca de 50 centímetos de altura e 2 quilos, o Hesperonychus elizabethae era parente e parecia uma versão em miniatura do velocirraptor, tornado famoso nos filmes da série Parque dos dinossauros.

Segundo o estudo, o pequeno carnívoro era rápido, esguio, deslocava-se sobre os membros inferiores e tinha presas muito afiadas. Não representa apenas o menor carnívoro, mas o menor dinossauro até hoje descoberto na América do Norte.

Sua descoberta destaca como sabemos pouco sobre o assunto e abre a possibilidade de que devem ter existido espécies ainda menores que estão esperando para serem encontradas , disse Nick Longrich, do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Calgary, no Canadá, um dos dois autores do estudo.

A descoberta será publicada esta semana no site e em breve na edição impressa da revista Proceedings of the National Academy of Sciences. O outro autor do artigo é o também canadense Philip Currie, da Universidade de Alberta.

Até hoje foram encontrados muitos fósseis de dinossauros grandes no continente, o que levou os cientistas a estimar que o nicho para carnívoros pequenos esteve vazio ou foi preenchido por mamíferos.

- Dinossauros carnívoros pequenos pareciam completamente ausentes do ambiente, o que era estranho, uma vez que atualmente os carnívoros pequenos superam o número dos grandes. Mas ocorre que eles estiveram aqui e tiveram um papel mais importante no ecossistema do que imaginávamos - disse Longrich.

As informações são da Agência Fapesp