Família que pesa mais de 500 kg pede aumento de benefícios

Portal Terra

BLACKBURN, INGLATERRA - Uma família cujo peso dos quatro integrantes somados passa de meia tonelada afirma que está muito gorda para trabalhar e pede um aumento no valor dos benefícios recebidos, que atualmente são de 22,5 mil libras ao ano (cerca de R$ 72 mil). As informações são do jornal Telegraph.

A família Chawner, de Blackburn, na Inglaterra, diz que não pode trabalhar há 11 anos por causa de seu excesso de peso. Eles afirmam agora que o valor que recebem do governo é insuficiente para viver e pedem um aumento para 30 mil libras anuais.

- O que ganhamos apenas paga as contas e coloca a comida na mesa - afirma o pai, Philip Chawner, 53 anos.

Os pais e as duas filhas dizem que gostariam de perder peso, mas não têm como. Eles dizem que frutas, verduras e demais alimentos saudáveis são muito caros. Além disso, alegam que a facilidade para engordar é hereditária.

- Eu sou um estudante e não tenho tempo para fazer exercícios. Todos nós queremos perder peso para que parem de nos insultar nas ruas, mas não sabemos como - diz Emma, a filha mais nova.

O casal recebe 177 libras por mês, além de outras 330 libras exclusivas para os gastos da mãe, Audrey, com medicamentos para tratar a asma e epilepsia, decorrentes do excesso de peso. Chawner recebe 71 libras para tratar o diabete. Samantha, a filha mais velha ganha 84 libras e a caçula, Emma, 54 libras pagas a estudantes carentes. Os pagamentos às jovens são feitos quinzenalmente.