Produtos para bebês podem ser cancerígenos

Jornal do Brasil

WASHINGTON - Xampus, loções e outros produtos feitos para os pequenos passaram pela análise de um grupo de defesa da saúde e em mais da metade deles foram encontrados vestígios de dois produtos químicos ligados às causas do câncer.

Segundo o Washington Post, alguns dos maiores no mercado como Johnson & Johnson Baby Shampoo e Baby Magic lotion deram positivo no teste para 1,4-dioxano, formaldeído ou ambos. O relatório é da Campanha para Cosméticos Seguros, organização sem ins lucrativos.

Os produtos químicos que a Agência de Proteção Ambiental (EPA, na silga em inglês) tem caracterizado como prováveis agentes cancerígenos não listados entre os ingredientes nos rótulos. Parecem ser derivados do processo de fabricação. O formaldeído é criado quando outras substâncias do produto quebram, e o 1,4-dioxano vem de agentes da espuma combinados com o óxido de etileno ou similar.

Não queremos assustar os pais mas informá-los que os produtos que pensam ser puros e inofensivos estão contaminados com substâncias cancerígenas revela Stacy Malkan, porta-voz da campanha, em entrevista ao Washington Post.

A entidade pediu ao governo que regulamente de modo mais rigoroso produtos de cuidado pessoal.

- O FDA (órgão governamental para controle de alimentos e medicamentos) e agências em todo o mundo consideram que há vestígios em níveis seguros, e nossos produtos cumprem as exigências regulameadas. Lamentamos que a Campanha para a Segurança dos Cosméticos tenha caracterizado com imprecisão a segurança dos nossos produtos. Ela desvirtuou o esmagador consenso de cientistas e agências governamentais que analisaram a segurança dos ingredientes. Pais foram desnecessariamente alarmados - informou a Johnson & Johnson, em comunicado.

Regras

A União Europeia baniu o 1,4-dioxane dos produtos de hiene, mas o FDA sequer estabeleceu limites seguros. Em 1982, um estudo do órgão divulgou que o 1,4-dioxane pode penetrar na pele humana quando presente em loções.

Os níveis encontrados são relativamente baixos reconhece Malkan. O problema é que estamos encontrando carcinógenos em vários produtos. Muitos são usados repetidas vezes, todos os dias. Temos uma exposição constante a essas substâncias químicas. Não são os produtos mais seguros e puros, e os pais deveriam saber disso.