Níveis de arsênio aumentam em rios do leste chinês

Portal Terra

ZAOJI - O canal de um rio em duas províncias do leste e centro da China foi fechado e as autoridades ambientais estão construindo diques para evitar que a água poluída com arsênio se espalhe pelo leito. O setor Zaoji do rio Dashahe, na província de Henan (centro), mostrou níveis excessivos de arsênio, resultado da água despejada ilegalmente por indústrias químicas na cidade de Shangqiu.

Su Mingsheng, funcionário do Departamento da Proteção Ambiental da cidade de Bozhou, disse quarta-feira que nenhum morador ou gado foi intoxicado. Quatro ramais do rio Huaihe na cidade de Bozhou, província de Anhui (leste), unidos ao rio Dashahe, também foram poluídos pelo químico.Uma parte do canal do rio foi fechada para evitar que a contaminação se propague. Su disse que também foi necessária a construção de diques.

Até o momento, cerca de três milhões de metros cúbicos de água de rio poluída com arsênio foram bloquedos. As autoridades ambientais disseram que estão trabalhando na absorção do químico da água.

Segundo o governo da cidade de Bozhou, a água potável é segura. Não foi detectado arsênio nos poços a 50 metros do rio Xiaohonghe na cidade, assinalou a estação de vigilância ambiental local.