Astrônomos alemães confirmam existência de buraco negro na Via Láctea

JB Online

BERLIM - Um buraco negro de massa de 4 milhões de vezes maior que o Sol foi encontrado na Via Láctea. A confirmação dessa descoberta foi feita por astrônomos alemães, que rastrearam o movimento de 28 estrelas que circulavam no centro da galáxia utilizando o Observatório Europeu do Sul, no Chile. O trabalho científico foi publicado em The Astrophysical Journal.

Buracos negros são objetos cuja gravidade é tão forte que nada - nem a luz - consegue escapar. Segundo os pesquisadores do Instituto para Física Extraterrestre Max-Planck na Alemanha disseram que o buraco negro está a 27 mil anos-luz da Terra.

Os resultados da pesquisa indicam que as galáxias se formam em volta de buracos negros gigantescos. O estudo de 16 anos foi considerado a melhor evidência empírica de que maciços buracos negros realmente existem, segundo Reinhard Genzel, chefe da equipe de pesquisa.

As informações são da BBC.