Nokia impulsiona linha sofisticada com celular sensível a toque

REUTERS

BARCELONA - A Nokia, maior fabricante mundial de celulares, revelou na terça-feira o modelo N97, o novo carro-chefe de sua linha de celulares inteligentes. O aparelho tem uma grande tela sensível a toques e teclado incorporado.

A gigante finlandesa dos celulares espera que o novo modelo injete vida nova em sua linha de modelos multimídia N, antigamente conhecida por sua tecnologia de ponta mas que tem apresentado poucas inovações recentemente.

- Trata-se na verdade do início de uma série N... a largada para a próxima geração - disse Jonas Geust, vice-presidente da divisão de aparelhos da Nokia, em entrevista à Reuters, acrescentando que telas sensíveis a toques e teclados completos serão características essenciais da nova leva de produtos.

- O que poderia haver sem telas de toque, hoje em dia? Para essa categoria de aparelho, elas serão importantes. Os teclados qwerty também serão importantes - disse ele.

A batalha por maior participação no mercado de celulares inteligentes esquentou desde que a Apple introduziu o iPhone, no ano passado, e todos os fabricantes querem ampliar seu mercado. O segmento deve manter o crescimento apesar do desânimo na indústria.

A Nokia foi a última das grandes fabricantes de celulares a lançar um modelo com tela sensível a toques, depois do imenso sucesso do iPhone. A empresa começou a vender seu primeiro modelo com esse recurso no mês passado, e prometeu introduzir modelos equipados com ele em suas categorias de produtos.

A Nokia continua a dominar o mercado mundial de celulares inteligentes -aparelhos dotados de recursos semelhantes ao de um computador, mas vendeu menor número deles entre julho e setembro do que no mesmo período de 2007. A empresa perdeu mercado para a Apple e para a RIM, fabricante do BlackBerry.

A posição debilitada da Nokia na ponta mais sofisticada do mercado de celulares preocupa investidores e analistas, porque isso pode prejudicar sua margem de lucro.