Contra o terror, Reino Unido mira telefonia na web

Portal Terra

INGLATERRA - O crescimento do número de ligações telefônicas feitas pela Internet está colocando em risco a capacidade da polícia britânica de investigar quase todo tipo de crime, inclusive o terrorismo, informou nesta quinta o jornal The Times, que ouviu autoridades de segurança.

O uso de softwares como o Skype faz com que a polícia perca a capacidade de rastrear quem fez a ligação, de onde e por quanto tempo. Isso acontece porque, ao contrário das companhias telefônicas, as empresas de Internet não têm motivo para manter essas informações.

Jacqui Smith, secretário de Segurança Interna, apresentou planos ontem para uma grande expansão da capacidade do governo de acessar dados obtidos por serviços de Internet, incluindo redes sociais, como Facebook e Bebo, além de redes de jogos online.

O movimento do governo é conseqüência de uma crescente preocupação da polícia e dos serviços de segurança relacionada à suspeita de que criminosos perigosos e terroristas estão usando sites como uma maneira de potencializar suas formas de comunicação.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais