Região Norte recebe 30% dos recursos do FNMA

JB Online

BRASÍLIA - A Região Norte já responde pela aplicação de 30% dos recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA). O número de projetos apoiados na região passou de oito (ou o equivalente a R$ 1,7 bilhão), em 2002, para 69, num total de R$ 16 bilhões aplicados entre 2003 e 2007.

- É um avanço significativo no fomento de iniciativas sustentáveis no Norte e demonstra a importância do bioma para o Fundo - avalia Fabricio Barreto, diretor do FNMA. Ele participou nesta última terça-feira da programação da Semana da Amazônia, promovida pelo Ministério do Meio Ambiente e que acontece até o dia 5, na 505 Norte, no prédio Marie Prendi, em Brasília.

Até hoje já foram fechados 254 convênios do Fundo no bioma, em um total de R$ 50 milhões aplicados. O maior tomador, por unidade federativa, é o estado do Pará, com 102 convênios e R$ 20 milhões em recursos aplicados.

Os principais temas apoiados no bioma são Amazônia Sustentável, com foco no Zoneamento Ecológico-Econômico (22%), seguido da Agenda 21 (12%) e Fortalecimento da Gestão Ambiental Municipal (8%). Entre 1990 e 2002 foram aplicados R$ 10 milhões pelo FNMA no bioma, com R$ 5 milhões de contrapartida. Entre 2003 e 2007 esses valores subiram para R$ 29 milhões e R$ 6 milhões, respectivamente.

Atualmente, segundo Barreto, estão em execução 66 projetos que totalizam R$ 14 milhões, a maioria enquadrados no Subprograma de Política de Recursos Naturais (SPRN), realizado nos nove estados da Amazônia Legal como parte do Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil, o PPG7.