Emergência será foco de seminário

Jornal do Brasil

RIO - Com mais de 130 conferencistas já confirmados, o VI Congresso de Clínica Médica do Rio de Janeiro, que acontecerá do dia 25 a 27 de setembro, no Hotel Glória, abordará temas relacionados às diferentes áreas médicas.

Serão também oferecidos cursos aos participantes, além da apresentação de mais de 200 trabalhos sobre temas livres que concorrerão a prêmios. Paralelo ao evento, ocorrerá o III Congresso de Medicina de Urgência, onde será ministrado um curso de Emergência Clínica.

Entre os congressistas estão o infectologista David Uip da Universidade de São Paulo, que abrirá o evento com a palestra Aids no Brasil 2008. O clínico geral Celmo Celeno Porto, da Universidade de Goiânia, discursará sobre raciocínio clínico. E o cirurgião de cabeça e pescoço Jacob Kligerman abordará o tema conduta no nódulo tireoideano.

Com duração de três dias, o congresso vai abranger todas as unidades ligadas à clínica médica. Entre os assuntos abordados estarão diabetes mellitus, geriatria, asma brônquica e insuficiência cardíaca crônica.

Durante o evento será oferecido o curso de Cardiologia Diagnóstico e Terapêutica, que contará com a presença do cardiologista, especializado em arritmia cardíaca, Eduardo Saadi.

Entre os assuntos que serão tratados estão a pericardite, miocardite, coronariopatia crônica, hipertensão arterial na adolescência, fibrilação atrial e o Programa Nacional de Saúde do Adolescente.

Também está na programação o curso de antibioticoterapia. Nele, estará o médico Walter Tavares.

Os temas abordados serão endocardite infecciosa, meningoencefalite, diarréia infecciosa e infecção urinária.

Já no III Congresso de Medicina de Urgência, será ministrado aos participantes um curso de um dia de duração de Emergências Clínicas. Nele, os médicos Augusto Paulino Netto, Celso Portela e Henrique Moraes Coelho discutirão sobre acidente vascular cerebral, crise hipertensiva e edema agudo do pulmão.

Diante dos problemas enfrentados pelo setor de emergência dos hospitais do Rio, vamos oferecer esse curso. Será uma atualização das principais questões da medicina de urgência. Com isso, vamos ajudar a melhorar o atendimento aos cariocas explica o clínico geral e gastroenterologista José Galvão-Alves, presidente do Congresso.