Game que engorda princesa incomoda feministas

Portal Terra

EUA - Fat Princess, jogo ao estilo "capture the flag" que foi uma das atrações da Sony na E3 deste ano, virou alvo de críticas por parte de blogs feministas como o Feminist Gamers e Shakespear Sister por apresentar uma tática de combate inusitada aos usuários: engordar as vítimas capturadas - que são princesas do time rival - para que não sejam resgatadas com facilidade. Ganha a equipe que salva a princesa primeiro conduzindo-a para fora do castelo inimigo.

Os grupos feministas atacam a idéia alegando que o game cria sentimentos de aversão a mulheres obesas. No blog Feminist Gamers a novidade foi classificada como um "ataque às obesas", enquanto no Shakespear Sister mensagens bombardeiam a Sony acusando-a de incentivar o ódio contra pessoas acima do peso.

Para tornar a discussão ainda mais polêmica, o diretor de arte da Titan Studios, James Green, enviou uma mensagem dizendo que a pessoa que planejou o visual e os personagens de Fat Princess é uma garota.

Em desenvolvimento para a rede online PlayStation Network, Fat Princess suporta até 32 jogadores divididos em dois times.

O jogo ainda não tem previsão de lançamento.