Nigéria: 2 milhões de pessoas estão ameaçadas por emissões radioativas

JB Online

NIGÉRIA - Emissões radioativas de minas desativadas no centro da Nigéria ameaçam cerca de dois milhões de moradores da região, anunciaram neste sábado autoridades em Kano (norte).

- Cerca de dois milhões de pessoas moram e trabalham perto de minas desativadas no estado de Central Plateau. Isso significa que elas estão em perigo por causa das emissões radioativas destas minas - afirmou o comissário do estado para o meio ambiente, Nankim Bagudu.

De acordo com os responsáveis pela Saúde, análises comprovaram a presença de materiais radioativos em cerca de 1.100 minas de estanho em cinco distritos de Central Plateau.

- Os moradores desta região podem sofrer câncer de pele, dos pulmões e do fígado, assim como problemas oculares, pela exposição prolongada aos materiais radioativos que se encontram nos detritos perto e dentro das minas - explicou à AFP um responsável pela agência nigeriana da pesquisa nuclear.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais