'Sistema é vulnerável, diz ministro sobre pane na web', diz ministro

Portal Terra

SÃO PAULO - O ministro das Comunicações, Hélio Costa, afirmou hoje, após o corte de acesso à Internet em 407 municípios paulistas, que já estão resolvidas as panes no sistema de transmissão de dados e banda larga da Telefônica.

O ministro admitiu, no entanto, que o sistema é "vulnerável" e que problemas dessa natureza ocorreram também nos Estados Unidos e na Europa. A pane começou às 22h de quarta-feira e até agora não teve a causa esclarecida.

- O sistema lamentavelmente é vulnerável. Isso já aconteceu em outros países. Não é a primeira vez que aconteceu no mundo. Já aconteceu nos Estados Unidos, na Europa e infelizmente agora em São Paulo - disse o ministro.

- Temos que estar preparados sempre com a rede B, mas infelizmente a rede B também falhou em São Paulo - completou Costa.

- A informação que eu tive hoje do presidente da Telefônica de São Paulo é de que o problema está superado e que certamente agora serão tomadas todas as precauções para que não volte a acontecer - explicou Hélio Costa.

- De toda forma, nós fomos informados que alguns outros centros como o Rio de Janeiro, por exemplo, e Belo Horizonte, estão fora de qualquer procedimento desta situação porque têm um segundo plano B, uma linha que pode atender a emergências desta natureza - completou.

Com a pane na rede, serviços públicos municipais e estaduais, empresas, residências e bancos foram paralisados em São Paulo. Polícia e Detran trabalharam com atuação limitada.

Ao comentar o caso, o ministro evitou dizer se a pane pode ser alvo de punição à Telefônica. "Nós não podemos afirmar absolutamente nada porque não se tem nenhuma notícia do que causou a pane. Nós estamos com os técnicos da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aguardando.

O pronunciamento dos técnicos deve ocorrer nas próximas horas e ainda não se identificou qual foi a razão".

Segundo o ministro, os consumidores que se sentiram prejudicados podem buscar orientações na Anatel e na própria Telefônica.

- Através da própria agência é possível que os consumidores possam ter uma orientação porque aqueles que foram prejudicados (...) certamente poderão encaminhar uma argumentação para a agência.

E também fazê-lo diretamente junto a empresa. O presidente da empresa, Antonio Carlos Valente, me disse que certamente a companhia telefônica reconhece a deficiência do sistema durante quase 24h e que está pronto para receber todas as reclamações que possam ocorrer neste sentido", disse.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais