Descoberta peça de ouro mais antiga das Américas

REUTERS

LIMA - A jóia de ouro mais antiga das Américas foi descoberta em escavações na sul do Peru, próximo ao lago Titicaca. O colar de ouro, feito há aproximadamente 4000 anos, foi encontrado num cemitério, de acordo com artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences nesta segunda-feira.

A descoberta "foi um choque total", disse Mark Aldenderfer, antropólogo da Universidade do Arizona.

- Isso não era esperado de nenhuma forma. É sempre bom encontrar algo e dizer 'nossa, o que isso está fazendo aqui' - disse.

No passado, era certo que a sociedade necessitava estar assentada para produzir excedentes na agricultura para possibilitar atividades como a manufatura de objetos ornamentais, ele explicou.

Mas as pessoas que vivam nessa região ainda eram caçadores-coletores, disse o antropólogo:

- Eles estavam em seu caminho para tornar-se um povo assentado, mas ainda não haviam chegado lá.

Alguém, entretanto, tinha tempo e conhecimento para fazer esta ornament, um sinal importante, Segundo ele.

- Esse pessoal estava obtendo isto pelo seu próprio esforço, acumulando mais riquezas e usando objetos por uma questão de prestígio - afirmou Aldenderfer.

Eles queriam dizer:

- Preste atenção em mim, eu tenho sucesso.

Não há evidências, entretanto, de como o colar foi feito. Os pesquisadores refizeram o colar, alternando nove canutilhos de ouro com pedras redondas, identificadas como nefritas, uma variação da jade, e turquesas.