Rede brasileira conclui integração de dados com a Google Maps

Agência Brasil

BRASÍLIA - A integração dos dados sobre a queda de raios da Rede Brasileira de Detecção de Descargas Atmosféricas (BrasilDat) à plataforma Google Maps já está concluída. O Google Maps é um serviço gratuito de pesquisa e visualização de mapas e imagens de satélite da terra.

O trabalho, que tem o objetivo de melhorar a previsão de descargas elétricas, foi feito pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

De acordo com o ministério, com a integração, o Elat pode acessar os dados do BrasilDat utilizando a ferramenta do Google para aferir a incidência de raios em qualquer região do Brasil, ou mesmo de outros países, pela internet. Entretanto, o serviço não está disponível aos usuários da internet. Segundo o ministério, ainda é necessário criar uma legislação para regulamentar o uso da plataforma pelo público.

A ferramenta permite acesso rápido aos dados do Elat para verificar se houve queda de raio em determinada região, explicou o ministério. Os dados podem ser usados por empresas de energia elétrica ou seguradoras para conferir se são procedentes reclamações de clientes quanto a descargas elétricas e aparelhos danificados.

Ainda de acordo com o ministério, os gastos com a implantação da tecnologia dependem da estrutura da empresa, que custeará o processo. O Inpe informa que o contato para os interessados no acesso aos dados pode ser feito por e-mail: [email protected]