Autoridades advertem que remédio para diabetes pode gerar câncer

Agência EFE

WASHINGTON - As autoridades de saúde dos Estados Unidos advertiram nesta quinta-feira que o remédio Regranex, administrado a pacientes com diabetes, pode aumentar o risco de câncer e morte.

A Administração de Alimentos e Fármacos (FDA) indicou, em seu site, que um estudo clínico revelou que entre diabéticos que utilizaram o Regranex, três ou mais vezes, houve um aumento no número de pacientes que morreram de câncer.

O Regranex (becaplermin) é um remédio de uso tópico que se aplica diretamente em úlceras nos pés e nas pernas de doentes de diabetes.

O organismo regulador do Governo dos Estados Unidos indicou que acredita que 'poderia existir certa evidência de um maior risco de morte de câncer em pacientes que se submeteram a tratamentos repetidos com o Regranex'.

Fontes da Johnson & Johnson, fabricante do remédio, assinalaram que a empresa está trabalhando com a FDA para investigar os efeitos da medicina, mas asseguraram que a pomada é segura quando se aplica seguindo as instruções de maneira estrita.