Congresso de Hanseníase começa nesta quarta-feira na Índia

JB Online

NOVA DÉLHI - O 17º Congresso Internacional de Hanseníase começa nesta quarta-feira na cidade de Hyderabad, na Índia, segundo país no mundo em casos da doença o primeiro é o Brasil, com cerca de 50 mil novos casos por ano.

Até o dia 4 de fevereiro, pesquisadores e profissionais de saúde de vários países discutirão estratégias para eliminar a doença e técnicas de reabilitação dos pacientes com seqüelas.

Entre os temas estão promoção de saúde, educação em saúde, estratégias para melhorar as condições de vida nas antigas colônias e patologia da hanseníase.

Representantes do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), entidade do movimento social que atua na causa há 26 anos, participarão das discussões.

A organização é da Associação Internacional de Hanseníase, com o apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS).