Onda de frio no Irã deixa pelo menos 21 mortos

Agência EFE

TERÃA - Pelo menos 21 pessoas morreram devido à forte onda de frio que atinge o Irã há vários dias, especialmente no norte do país, informou hoje a imprensa local.

A neve, que superou os dois metros de altura em algumas áreas do norte e do oeste, levou ao fechamento de várias estradas e dezenas de povoados permanecem isolados, com temperaturas que chegaram a cair, em alguns casos, a 10 graus negativos.

A televisão iraniana 'Alalam' calculou hoje em 21 os mortos e em mais de 90 o número de feridos devido ao frio e a acidentes de trânsito causados pela tempestade de neve que atingiu o país nas últimas 24 horas.

O Governo iraniano não confirmou o número de mortos fornecido pela imprensa, e a agência oficial 'Irna' informou de apenas três mortes.

A onda de frio e neve obrigou as autoridades a fecharem durante dois dias as instituições governamentais e os centros educativos em Teerã. Vários vôos nacionais e internacionais foram cancelados ou sofreram atraso.

Muitas estradas do norte do país tiveram o tráfego interrompido.

As autoridades informaram que 45 povoados do noroeste estão isolados devido à neve.

A imprensa mostrou fotos do oeste do deserto de Dashte Lut, no centro do Irã, coberto de neve pela primeira vez.