Navio de 800 anos é resgatado do mar da China

Agência JB

PEQUIM - Trabalhadores de resgate na China retiraram nesta sexta-feira do fundo do mar um navio que afundou há cerca de 800 anos com uma carga de milhares de artefatos raros, como porcelana, ouro e moedas de prata.

Em uma operação delicada no Mar da China Meridional, um guindaste gigante elevou o navio Nanhai Número Um e o colocou em uma outra embarcação.

Acredita-se que o navio e os tesouros são da Dinastia Song (960 a 1127). A descoberta pode ser uma das maiores já feitas sobre este período.

O navio será colocado em um tanque gigante de um museu em Yangjiang, cidade na província de Guangdong, no sudoeste da China. O tanque foi especialmente construído para recebê-lo, com condições de temperatura e pressão iguais às do local onde o navio foi resgatado.

Visitantes do museu poderão assistir aos arqueólogos enquanto eles trabalham para descobrir e retirar os tesouros perdidos de dentro da embarcação. O governo chinês investiu US$ 40 milhões para resgatar o navio.

Com informações da BBC Brasil