Risco de câncer em criança é maior perto de usina nuclear

REUTERS

BERLIM - Um estudo alemão mostrou que crianças pequenas vivendo próximas a usinas nucleares têm um risco significativamente maior de desenvolver leucemia e outros tipos de câncer, relatou um jornal local neste sábado.

"Nosso estudo confirmou que, na Alemanha, foi observada uma conexão entre a distância do domicílio para a usina nuclear mais próxima e o risco de desenvolver câncer, como leucemia, antes do quinto aniversário", publicou o jornal Suddeutsche Zeitung em reportagem, citando um relatório.

O jornal informou que o estudo foi feito pela Universidade de Mainz para o Escritório Federal de Proteção contra Radiação da Alemanha. Uma cópia do relatório não estava disponível imediatamente.

Os pesquisadores descobriram que 37 crianças dentro de um raio de 5 km de usinas nucleares haviam desenvolvido leucemia entre 1980 e 2003, enquanto a média estatística durante o mesmo período foi de 17, segundo o jornal.

O ministro do Meio Ambiente da Alemanha, Sigmar Gabriel, disse em um comunicado que examinará o estudo. A Alemanha planeja fechar todas as suas usinas nucleares no começo da década dos anos 2020.