Polícia investiga rede de pedofilia no mundo virtual Second Life

Agência AFP

LONDRES - A polícia britânica investiga informações a respeito de atividades de pedofilia no mundo virtual Second Life, revelou nesta terça-feira a televisão britânica.

- Crianças virtuais - estão oferecendo sexo em uma área do Second Life, permitindo que pedófilos vivam suas fantasias no mundo virtual, revelou a rede Sky News.

Segundo a fonte, há uma área de jogos em Second Life chamada Wonderland onde crianças oferecem sexo em troca de "dólares Linden", moeda utilizada no jogo que logo podem ser convertidos en dólares reais.

- As crianças virtuais são de todas as idades, incluindo os muito muito pequenos - afirmou a fonte.

A rede britânica Sky News reportou também a existência de áreas no Second Life - um universo virtual que foi criado em 2003 e que atualmente é visitado por mais de dez milhões de internautas do mundo inteiro - onde os participantes são estimulados a violar e a torturar outros personagens virtuais.