Mulheres preferem rosa devido ao processo de evolução, diz pesquisa

Agência JB

LONDRES - O senso comum de que as mulheres preferem a cor rosa está certo, segundo pesquisa realizada pelo Instituto de Neurociência da Universidade de Newcastle, no Reino Unido. A preferência tipicamente feminina seria devido a uma característica evolutiva adquirida a partir da coleta de frutos avermelhados durante milhares de anos.

Para a pesquisa, os neurocientistas Anya Hurlbert e Yazhu Ling reuniram 171 britânicos e 38 imigrantes da Ásia, todos com idades entre 20 e 26 anos. Os voluntários foram colocados em frente a uma tela de computador para que escolhessem sua cor preferida.

Segundo os especialistas, os seres humanos humanos determinam as cores a partir de duas escalas: vermelho-verde e azul-amarelo. Em função disso, Anya e Ling escolheram as cores da experiência a partir desses parâmetros e compararam as preferências de cada sexo.

Os resultados, publicados na revista 'Current Biology', indicaram que, para a escala azul-amarelo, homens e mulheres preferiram o azul. No entanto, na hora de escolher entre as cores da outra escala, as mulheres ficaram com tons avermelhados, e os homens, com o verde.

Ao optar pelo azul e também pela parte mais avermelhada do espectro de cores próximo do azul, o sexo feminino mostra uma forte inclinação pelos tons de rosa e lilás. Com isso, a partir da cor escolhida por um voluntário, Anya e Ling conseguiam calibrar a probabilidade de identificação de seu sexo.

- Esta é a primeira grande prova a respeito da diferença entre os sexos na hora de escolher as cores - disse Anya.