Cientista afirma que humanidade será bissexual

Agência JB

RIO - Umberto Veronesi, um conhecido cientista italiano causa polêmica ao apresentar uma teoria que afirma: a espécie humana está caminhando para o bissexualismo.

Durante uma conferência no último final de semana, na região da Toscana, Umberto, que é médico e ex-ministro da Saúde, afirmou que a espécie humana deve caminhar para o bissexualismo num resultado da evolução das espécies.

Na opinião do médico, o sexo no futuro será apenas um gesto de demonstração de afeto e não terá fins reprodutivos. Poderá ser praticado entre pessoas de sexos opostos ou não. Em entrevista a jornais italianos, Veronesi reafirmou sua teoria, apontando o fator hormonal como indicador da evolução rumo ao bissexualismo.

- Desde o pós-guerra a vitalidade dos espermatozóides diminuiu 50% porque as mudanças das condições de vida estão fazendo com que a hipófise (glândula responsável pela produção dos hormônios) produza cada vez menos hormônios andrógenos (masculinos) - afirma o oncologista, pioneiro no tratamento de câncer de mama na Itália.

- O homem não precisa mais de uma intensa agressividade física para sobreviver - diz ele. Com as mulheres, que tem papel cada vez mais ativo na sociedade, acontece o mesmo. Segundo o médico, as mulheres vem produzindo cada vez menos hormônio femininos ao longo dos anos.

Informações da BBC Brasil.