Google lança sites do YouTube em idiomas locais como português

REUTERS

PARIS - O serviço poderia ser conhecido, literalmente, como Voustube, Voitubo ou Vocêtubo, mas os nove sites em idiomas locais introduzidos na terça-feira pelo mais popular serviço de vídeo da Internet atenderão simplesmente por YouTube.

Chad Hurley e Steve Chen, co-fundadores do YouTube, adquirido no ano passado pelo líder entre os serviços de busca da Web, Google, por 1,65 bilhão de dólares, anunciaram em entrevista coletiva em Paris que os nove sites nacionais no futuro apresentarão conteúdo com grande popularidade local.

O Youtube lançou sites para o Brasil (https://www.youtube.com.br), Espanha (youtube.es), França (youtube.fr), Irlanda (youtube.ie), Itália (https://it.youtube.com), Japão (youtube.jp), Holanda (youtube.nl), Polônia (youtube.pl) e Reino Unido (https://youtube.co.uk).

Até agora, os vídeos oferecidos por usuários e seus comentários podiam ser postados em qualquer idioma, mas os menus de navegação e a estrutura básica do YouTube só estavam disponíveis em inglês.

Além disso, as páginas de destaque que servem de ponto de entrada aos visitantes do site eram fortemente inclinadas ao gosto norte-americano, ainda que mais de metade da audiência do YouTube não venha dos Estados Unidos.

Durante o primeiro estágio dessa expansão internacional, cada site oferecerá home pages e funções de busca de vídeos completamente traduzidas. Com o tempo, cada site nacional terá um jeito mais 'local', que permitirá rankings de vídeo separados por países e comentários em diversas seções, anunciou o YouTube.

Os consumidores terão diversas formas de acessar os sites internacionais. Os visitantes cujos endereços de Internet se localizam nos nove países em questão terão a opção de adotar os sites locais. Haverá ícones com as bandeiras nacionais no topo da página dos sites YouTube, permitindo que os usuários visitem os sites de outros países.

Nos últimos meses, o YouTube assinou com diversos grandes parceiros da mídia internacional, entre os quais British Broadcasting Corporation, France 24, as redes espanholas Antena 3 e Cuatro TV, a RTP, de Portugal, e as redes VPRO e NPO, da Holanda.

O serviço também oferece arquivos e notícias diárias de times europeus de futebol de alta popularidade, como o Chelsea, o Milan e o Real Madrid, mas na maioria dos casos não pode mostrar jogos ao vivo. Há também parcerias com grupos sem fins lucrativos como Greenpeace, Friends of the Earth, UNHCR e Medécins du Monde.