UE baixa tarifa de celular e avisa que internet é próximo alvo

Agência EFE

BERLIM - A União Européia determinou nesta quinta-feira a redução das tarifas de telefone celular para chamadas entre países do bloco, e avisou aos operadores que seu próximo objetivo será diminuir os preços das mensagens de texto e do acesso a internet.

O Conselho de Transportes, Telecomunicações e Energia aprovou por unanimidade o regulamento, em vigor a partir de 1º de julho, que obrigará as companhias a reduzir a tarifa ao consumidor em telefonemas num ponto qualquer da UE fora do seu país de origem. O valor (sem impostos) não poderá passar de 0,49 euros por minuto em 2007, 0,46 euros em 2008 e 0,43 euros em 2009.

- Infelizmente o mercado não resolveu o problema por si mesmo, apesar dos alertas que enviamos - afirmou a comissária européia de Telecomunicações, Viviane Reding. Ela negou que o regulamento vá causar uma alta de preços nas tarifas nacionais, já que "a própria concorrência expulsaria do mercado os operadores reagissem assim".