Lucro da Microsoft chega perto de US$5 bi no trimestre

REUTERS

SEATTLE - A Microsoft teve lucro líquido de 4,93 bilhões de dólares no trimestre encerrado em março, aumento de 65 por cento em um ano, decorrente principalmente das receitas com atualizações de softwares lançados este ano. No mesmo período de 2006, o lucro havia sido de 2,98 bilhões de dólares.

As ações da maior fabricante de softwares do mundo chegaram a subir 4 por cento, para 30,30 dólares, no pregão eletrônico logo após o anúncio do resultado do terceiro trimestre fiscal da empresa. No pregão regular, a ação tinha subido 11 centavos, para 29,10 dólares.

Analistas tinham estimado lucro médio de 46 centavos por ação e receita de 13,89 bilhões de dólares, de acordo com a Reuters Estimates. O resultado foi lucro de 50 centavos por ação e receita de 14,4 bilhões de dólares, aumento de 32 por cento em relação ao ano anterior.

A Microsoft diferiu do segundo para o terceiro trimestre fiscal cerca de 1,7 bilhão de dólares em receitas referentes a cupons de desconto distribuídos a clientes antes do lançamento do Windows Vista e do Office 2007, duas atualizações de programas lançadas em janeiro.

Nesta noite, a empresa fez projeções de lucro de 1,68 a 1,72 dólar por ação para o ano fiscal de 2008, primeiro em que será contabilizada integralmente a venda de PCs com os novos programas. A receita prevista é de 56,5 bilhões a 57,5 bilhões de dólares.

- O poder do Vista é que está liderando esse movimento, e está de acordo com nossa projeção, afirmou a analista Kim Caughey, da Fort Pitt Capital Group.

- Antecipamos que o Vista realmente vai deslanchar no final de 2007, com adesão de empresas, e a Microsoft deve ter receitas maiores acompanhando isso, disse.