Ameaça de morte contra ursinho Knut preocupa zôo

Agência JB

BERLIM - O famoso filhote de urso polar, Knut, do zoológico de Berlim, foi ameaçado de morte por um desconhecido. A polícia tenta descobrir o autor da ameaça, mas não fará proteção especial.

A polícia confirmou que um fax com uma mensagem escrita à mão foi recebido pela administração do zoológico. No fax um desconhecido ameaça matar Knut nesta quinta-feira. A mensagem foi levada a sério pelo zôo berlinense.

De acordo com o jornal sensacionalista alemão Bild o número de seguranças do zôo vigiando a área em que o urso se apresenta ao público todos os dias foi triplicado, a segurança e botou 15 homens vigiando o fofucho.

Um porta-voz da polícia deixou claro que Knut "não está sob proteção policial", mas que os policiais estão atentos e farão tudo para evitar um eventual atentado.

O filhote é o primeiro urso polar que nasceu no zoológico berlinense nos últimos trinta anos. Ele foi rejeitado pela mãe e está sendo adotado por funcionários do zôo.

Knut ficou particularmente famoso depois que um ambientalista disse que ele deveria ser sacrificado ao invés de ser tratado como animal doméstico.