Cemitério na areia: 200 esqueletos da Idade Média são encontrados em praia no Reino Unido

Arqueólogos descobriram os restos de um cemitério cristão do início da Idade Média, no qual foram encontrados corpos de pessoas de todas as idades. O trabalho tem sido...

Foto: Pixabay / DavidCruz_N
Credit...Foto: Pixabay / DavidCruz_N

Arqueólogos descobriram os restos de um cemitério cristão do início da Idade Média, no qual foram encontrados corpos de pessoas de todas as idades. O trabalho tem sido acelerado devido à erosão no local.

Noventa esqueletos bem-conservados da Idade Média foram encontrados em junho na areia de uma praia no sudoeste do País de Gales, Reino Unido, escreveu na quinta-feira (1º) o portal Wales Online.

[Cerca de 200 esqueletos medievais desenterrados na praia de Pembrokeshire]

Crê-se que os corpos encontrados na baía de Whitesands durante a pesquisa, dirigida pela Universidade de Sheffield e pelo Consórcio Arqueológico Dyfed, ambos britânicos, pertencem a membros de uma comunidade cristã que foram enterrados sem posses e sob as primeiras tradições cristãs de sepultamento, no que na época foi um cemitério do século VI. Este, por sua vez, podia pertencer à capela de São Patrício, escavada pela primeira vez em 1924.

Os esqueletos pertenciam a homens, mulheres e crianças de todas as idades, com datação provável entre os séculos VI e XI, e estavam todos virados para oeste. Alguns estavam cobertos em sepulturas com placas de pedra, algo muito comum no Reino Unido ocidental no início da Idade Média.

No lugar foi encontrado agora um total de 200 esqueletos. A área da baía tem sido pesquisada desde a década de 1920, mas a erosão tem dificultado o trabalho de preservação. Após tempestades fortes em 2013 e 2014, os pesquisadores realizaram escavações nos dois anos seguintes, e encontraram 90 corpos.

O trabalho tem sido redobrado desde 2016, pois na época, o número de esqueletos escavados ainda era pouco superior a 100.

"Ainda há uma quantidade significativa de provas a ser escavada", disse o Consórcio Arqueológico Dyfed. (com agência Sputnik Brasil)