Revacinação com Sputnik Light eleva níveis de anticorpos contra todas as cepas, diz Centro Gamaleya

No início de maio, foi anunciado o registro da quarta vacina russa contra o coronavírus, a Sputnik Light, considerada uma alternativa à Sputnik V

Reuters / Shamil Zhumatov
Credit...Reuters / Shamil Zhumatov

Uma segunda imunização com a vacina Sputnik V é segura, e a Sputnik Light também pode ser usada para elevar o nível de anticorpos, disse Aleksandr Gintsburg, diretor do Centro Gamaleya.

"Pode-se fazer revacinação com a Sputnik V, não há absolutamente nenhum problema", referiu.

"Neste momento, está registrada a chamada versão de um componente da vacina, a Sputnik Light [...] para elevar o nível de anticorpos nos casos em que este nível cai após a doença, ou ao longo do tempo pós-vacinação", apontou Gintsburg.

Ele observou ainda que a imunização com a Sputnik Light faz elevar os níveis de anticorpos a um valor que protege contra todas as variantes que circulam atualmente.

Em agosto de 2020, o Ministério da Saúde da Rússia foi o primeiro do mundo a registrar uma vacina contra o SARS-CoV-2, a Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya. No início de maio, foi anunciado o registro da quarta vacina russa contra o coronavírus, a Sputnik Light, considerada uma alternativa à Sputnik V.

Além dessas, foram registradas a EpiVacCorona, em outubro de 2020, e a CoviVac, em fevereiro de 2021.(com agência Sputnik Brasil)