Turquia lança spray contra coronavírus que promete matá-lo em 1 minuto

Estudos que estavam sendo desenvolvidos antes mesmo da pandemia da covid-19

Pixabay
Credit...Pixabay

O spray nasal chamado Genoxyn foi desenvolvido por professores e pesquisadores da Universidade Uludag, em Bursa, na Turquia. A solução promete matar completamente o coronavírus e não danificar as células epiteliais em membranas mucosas quando aplicada, segundo reporta o 'Daily Sabah".

O dr. Cuneyt Ozakn, um dos pesquisadores do estudo, disse que vinha realizando experimentos com medicamentos antivirais antes do coronavírus, e que na verdade a solução surgiu há dois anos para ser testada em efeitos antimicrobianos, mas depois que a pandemia começou, o foco mudou para o vírus Sars-Cov-2.

"Descobrimos que a solução era um produto que poderia ser utilizado com alguns efeitos, como cicatrização de tecidos e prevenção da inflação. O ingrediente principal do produto era conhecido há dois anos, no entanto, havia problemas no seu uso para a saúde humana. Não tinha efeito permanente e sua estrutura estava se deteriorando rapidamente", disse o pesquisador citado pela mídia.

Posteriormente, novos desenvolvimentos foram aplicados ao produto, os efeitos tornaram-se mais permanentes com as aplicações ligadas à nanotecnologia, e assim, a solução começou a apresentar um impacto duradouro por meio das moléculas específicas a qual se liga. Também foi comprovado que o medicamento possui biocompatibilidade, o que significa que age sem danificar os tecidos e células, permitindo torná-lo utilizável para a saúde humana, segundo a mídia.

De acordo com dr. Ahmet Sabanci, outro pesquisador envolvido no projeto, já havia o conhecimento de que o ponto de transmissão do vírus era o nariz e a boca, e que os estudos do Genoxyn determinaram que a solução mata e cura o coronavírus exatamente nessas regiões.

"A morte do vírus em curto espaço de tempo significa impedir sua entrada nas células e reduzir o número de pessoas infectadas", disse o dr. Sabanci.

Genoxyn surge como mais uma opção na lista de medicamentos desenvolvidos em paralelo às vacinas em uma tentativa de frear a disseminação do vírus, principalmente após o surgimento das novas cepas que são mais transmissíveis. Na terça-feira (26) o México também anunciou um spray contra o Sars-Cov-2 à base de xilitol. (com agência Sputnik Brasil)