Com a importância de ser a escola mais antiga do Brasil, Unidos da Tijuca encanta a Sapucaí

Primeiro carro alegórico da escola desabou e deixou feridos. Escola pode ser rebaixada

Sempre carregando consigo o peso de ser a escola de samba mais antiga da Cidade Maravilhosa, a Unidos da Tijuca exalta a importância da música na cultura norte-americana. Durante o início do desfile, um dos carros alegóricos despencou e deixou integrantes da escola feridos. 

Após o acidente, as pessoas terminaram o desfile chorando, o que pode causar punição e culminar com o rebaixamento da escola.

>> Afundamento em carro alegórico deixa vários feridos no Sambódromo

A fusão de quatro blocos de morros da região da Tijuca deram à luz a terceira escola de samba mais antiga do Brasil. Fundada com o objetivo de defender as raízes tradicionais do folclore brasileiro, a Unidos da Tijuca é dirigida por Fernando Horta e leva o azul e amarelo pelo samba dos ritmistas da bateria Pura Cadência. A quatro vezes campeã do Grupo Especial do carnaval carioca apresenta o enredo “Música na alma, inspiração de uma nação”, que fala sobre a importância da música na cultura norte-americana.

Música na Alma, Inspiração de uma Nação

Autores: Totonho, Fadico, Josemar Manfredini, Dudu e Sérgio Alan

Sinta o som…É melodia, música

Negro dom que acalentava os nossos ancestrais

É muito mais, é liberdade a luz da inspiração

Hoje a Tijuca é quem dá o tom em notas e acordes musicais

Viaje na barca das canções

Um jazz embalando os corações

Num sopro a saudade, a moda country se eternizou

E o meu Borel americanizou

Chega, my brother… vem ver

A batucada é de enlouquecer

Pura Cadência de bambas juntou guitarra e pandeiro

Ta aí um soul de um jeito brasileiro

Ôôô… o som do rock ecoou

Nas ondas do rádio embalou gerações

As baladas do cinema despertam

Tamanhas emoções

Mudando de hábito o pop é samba

Deixa chover que hoje eu vou cantar

Sou eu da nação tijucana mais um pop star “vem com a gente sambar”

A musicalidade desse seu país

Virou paixão universal

Nessa avenida, rege o enredo do meu carnaval

Invade minh’alma a linda canção

No tom da vitória chegou meu pavão

Com samba no pé, nós vamos à luta

Tô na boca do povo, meu nome é Tijuca