Homenagem à percussão marca a abertura do Carnaval Salvador

 

Uma grande festa em homenagem à percussão, tema da festa deste ano, marca a abertura oficial do Carnaval de Salvador na noite desta quinta-feira. O prefeito João Henrique entrega as chaves da cidade ao Rei Momo às 20h, dando início à maior festa de rua do planeta. A solenidade acontece na passarela do Campo Grande segundo informações da Assessoria de Comunicação da Salvador Turismo (Saltur), empresa de economia mista que cuida da organização do Carnaval.

A programação começa às 20h com o desfile de 50 percussionistas do bloco afro Muzenza. Eles farão uma apresentação que destaca a força dos blocos afros no Carnaval baiano. Em seguida, um trio elétrico trará para a passarela o grupo Samba Black Dancing, apresentando o trabalho desenvolvido pelos percussionistas Wilson Café e Davi Vieira com crianças e jovens de comunidades carentes de Salvador.

Cento e cinquenta mulheres do grupo percussivo A Mulherada serão as responsáveis por conduzir a transmissão das chaves da cidade ao Rei Momo, ato simbólico que indica que a folia começou oficialmente. Eles farão uma saudação às autoridades presentes no camarote oficial e depois seguirão pelo circuito Osmar, dando lugar na passarela à Banda da Cidade, que reunirá instrumentos de sopro e percussão sob a batuta do Maestro Reginaldo.

A programação oficial será encerrada com o desfile do trio do Rei Momo, que conduzirá o soberano da festa pelas ruas do centro da cidade, ao som da Banda Inter. A partir daí, começam os desfiles de blocos, entre os quais o Bloco da Capoeira, conduzido por Tonho Matéria, o Alerta Geral, com a Banda Bom Gosto e Mariene de Castro, e o Pagode Total, com o grupo É o Tchan.