Novo Terreirão do Samba estreia no carnaval de 2012

O Terreirão do Samba, que realiza shows de samba e música popular a preços bem acessíveis desde 1991, vai passar por uma grande "plástica" e será reformado e ampliado para o carnaval do ano que vem. O edital de licitação foi publicado nesta sexta-feira (25) no Diário Oficial do município.

De acordo com o documento, o investimento para a reforma será de R$ 15 milhões e, segundo a Empresa municipal de Urbanização (RioUrbe), as obras começam em abril e devem ser concluídas em dez meses.

A grande novidade é que o espaço se tornará a primeira obra da prefeitura a seguir as normas universais de acessibilidade para deficientes, com pisos táteis de alerta e direcional, rampas com corrimão, elevadores e mapas e descrições em braile.

Além disso, o espaço passará a ter uma alameda central de acesso à praça de eventos e uma área onde ficarão localizado os bares, com dois palcos para shows (um para os de menor porte), bilheterias, camarotes, quiosques e duas Casas do Samba. 

O novo projeto também prevê uma pavimentação estilizada, com iluminação e decoração especiais. 

História

O Terreirão do Samba, criado há 17 anos, foi construído em um local de grande importância histórica para a música popular brasileira. O espaço na Praça Onze, conhecido como "Pequena África", era onde os sambistas amigos da baiana Tia Ciata realizavam uma roda de samba que chegou a ser reprimida pelas forças policias da época.

Com o passar do tempo e o fim da repressão, a musicalidade surgida na área acabou definindo o ritmo que virou um símbolo de identidade nacional.