Rio Oil & Gas quebra recorde na sua 15ª edição

SÃfO PAULO, 13 de setembro de 2010 - A 15ª edição da Rio Oil & Gas começou hoje, no RioCentro, e já bateu diversos recordes de participação e público. Na cerimônia de abertura, o presidente do Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), João Carlos de Luca, afirmou que, até sábado, foram contabilizadas 20 mil inscrições para a exposição e que são esperados 40 mil visitantes até a quinta-feira, quando terminará o evento.

A presença estrangeira no evento também é recorde. Segundo De Luca, entre os inscritos para a conferência e para a exposição estão representantes de 51 países, o dobro do registrado na edição anterior da Rio Oil & Gas, realizada em 2008. Somente entre os expositores, estão 1.300 estrangeiros de 23 países.

O presidente do IBP ressaltou o crescimento do evento, que ganhou importante dimensão internacional. "Em 2008, discutíamos aqui a autossuficiência (em petróleo). Hoje falamos das descobertas do pré-sal e do futuro, com o potencial de sermos grandes exportadores de petróleo e derivados", disse De Luca, lembrando ainda do fortalecimento da programação técnica.

O presidente do IBP também ressaltou o sucesso da Rodada de Negócios coordenada pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip). Segundo ele, mais de 200 pequenos e médios fornecedores e 26 empresas âncoras (contratantes de grande porte) estão inscritas.

O diretor de Abastecimento e presidente em exercício da Petrobras, Paulo Roberto Costa, comemorou, durante a cerimônia de abertura, o crescimento do evento e da importância do Brasil na indústria mundial do petróleo e gás. "O Rio é a capital do petróleo", afirmou, depois de dizer que a Offshore Technology Conference (OTC), feira realizada em Houston, nos Estados Unidos, deveria ser realizada na cidade no Rio, sob a organização do IBP.

(Redação - Agência IN)