Em duelo contra Chile, Espanha tenta escapar de zebra e do Brasil

Portal Terra

JOHANNESBURGO - Depois de acompanhar as eliminações decepcionantes de França e Itália e uma campanha irregular da Inglaterra na primeira fase, a Espanha tenta não se tornar em mais uma seleção europeia a dar vexame em solos sul-africanos. Para espantar a zebra, os comandados de Vicente Del Bosque precisarão passar pelo então invicto Chile para avançar às oitavas de final.

Nesta quinta-feira, Del Bosque tratou de tirar a responsabilidade de seus jogadores. "Nós viemos jogar e nunca dissemos que éramos os favoritos. Agora, somos um grupo que sabemos ganhar e vamos tentar passar por essa dificuldade amanhã".

Porém, não é só da zebra que os espanhóis terão de escapar se quiserem ter vida fácil na competição. Um segundo lugar no grupo, provavelmente os colocará frente a frente com a Seleção Brasileira. Apesar de ser uma preocupação latente entre os torcedores que estão na África do Sul, o elenco espanhol diz que não se preocupa com isto neste momento.

"Não pensamos em nada a não ser no Chile. O mais importante agora é passar de fase. Depois, pensamos se será Brasil, Portugal ou Costa do Marfim. Sobre os brasileiros, eles estão com um time muito compacto atrás, com Robinho, Kaká e Luís Fabiano fazendo a diferença na frente", avaliou Xavi.

Para garantir que não duelarão com a equipe dirigida pelo técnico Dunga nas oitavas, os espanhóis terão que vencer por uma boa diferença de gols e para isso confiam na dupla ofensiva Villa e Fernando Torres. Villa, que quase foi suspenso por agredir um jogador hondurenho na última partida, está liberado para a partida. Depois de marcar dois gols, ele tenta incentivar Torres a desencantar na Copa do Mundo. O atacante do Liverpool, mesmo recuperado da lesão no joelho, tem mostrado muita falta de pontaria nas partidas.

Do outro lado, o Chile entra em campo precisando apenas de um empate para avançar de fase e garantir a primeira colocação do Grupo H. Com duas vitórias em dois jogos, os sul-americanos, porém, nem querem pensar na possibilidade de só buscar um ponto em frente aos espanhóis.

"É impossível jogar pensando no resultado. Jogaremos do mesmo modo. O que define um jogo é a intenção de tentar superar o rival. Vamos tentar ser os protagonistas. Isso é o que vamos fazer amanhã. Tentar superar o rival pelos caminho mais comum, que é ter a bola e atacar", disse o técnico Marcelo Bielsa.

Para conseguir surpreender os espanhóis, os chilenos apostam no bom desempenho de sua defesa até o momento na Copa do Mundo. Sem tomar nenhum gol na competição, os sul-americanos sabem que terão trabalho para parar o poder ofensivo dos espanhóis. O jogo entre as duas seleções acontece às 20h30 (15h30 horário de Brasília), no Estádio Loftus Versfeld, em Pretória.